Crescer não é um monstro de sete cabeças

quarta-feira, julho 04, 2018

Foto: Tommaso Orlandi


Mais um dia normal, em que passamos algumas horas deslizando a tela do celular. O Facebook sem dúvidas não é minha rede social favorita, mas já perdi a noção do tempo quando entrei lá. Em meio a memes, militância, tretas sobre divas, fotos de animais fofinhos, sempre aparece uma ou duas publicações daquela colega de escola, que casou, tem filhos, tem uma profissão.
Ver a maioria das pessoas que tem a mesma idade que você, se casando, tendo filhos, construindo uma casa, planejando um futuro é assustador. Eu não consigo nem organizar o que irei comer no almoço, imagine o que irei fazer daqui a dez ou quinze anos.

Todos nós em algum momento iremos crescer, essa é a lei da vida. Alguns irão amadurecer mais cedo, outros irão demorar. Acho que a fase dos vinte e poucos anos é a mais complicado, não nos sentimos como adultos, mas não somos mais adolescentes. Temos que lidar com os problemas - que irão aparecer do nada. Temos que trabalhar mesmo que a vontade seja de ficar na cama assistindo desenho. Já não conseguimos ingerir a mesma quantidade de bobeiras (e temos que aprender a nos alimentar bem e saudável). 

Faz parte do processo de crescer ter que lidar com as perdas. Vai haver um momento em que iremos receber aquela notícia não muito agradável, a notícia que algum amigo ou familiar partiu. E isso vai doer, mas ser adulto é tentar aprender com essa perda. Não sabemos o dia de amanhã, então teremos que viver como se fosse o último. Ouvi  um tempo atrás essa frase e nunca esqueci "Nunca durma com raiva de ninguém, faça as pazes, não sabemos o que pode acontecer em poucas horas".

Crescer é esse processo natural, mas que assusta. Te deixar apreensivo sobre o futuro. Te faz ter medo do que pode acontecer. Te faz pensar se estar seguindo um caminho certo. Te faz olhar pros seus amigos e pensar que você esta um pouco atrasado. Mexe com sua mente.

Mas, não é um monstro  invencível de sete cabeças, então pegue sua espada e vença a batalha. Logo essa fase passa.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 COMENTÁRIOS

NO FACEBOOK

Créditos

Todo o conteúdo desse blog é de propriedade de Thaynara Paiva, exceto o conteúdo sinalizado. Protegido pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610 de 19/02/1998. É Proibido qualquer tipo de reprodução das imagens e textos sem autorização por escrito.