Eu sou mar calmo e tempestade

sexta-feira, outubro 13, 2017

Foto: Reprodução/AE/Flickr

Eu odeio a sensação de que as coisas são tão certas quando estou contigo. É estranho me pegar sorrindo feito boba ao lembrar do seu sorriso ou  qualquer momento feliz ao seu lado, que não foram poucos, mas que algo dentro de mim anseia por mais.

Te entreguei meu corpo e meu coração. Receosa e com medo, tentando não pensar nas milhares de coisas que poderiam dar errado. Mas eu entreguei e passei a confiar de olhos fechados. Seu peito sempre foi meu lugar favorito, ali eu encontrava toda paz que me faltava. 

Pode até ser clichê, mas, quando algo é bom, intenso e verdadeiro não adianta tentar explicar em palavras, não tem muito o que discutir e nem provar. Tá ali pra ser sentido. E nós estávamos e sentimos tudo que era necessário, os sentimentos bons e ruins. Nós eramos naquele tempo perfeitos um pro outro. Mas a vida nunca é da maneira que imaginamos.

Não sei porque tudo acabou, na verdade, acho que foi por ter sido intensa demais. Esse é meu grande problema, nada nunca é pela metade, é sempre um copo transbordando. Acredito que essa seja uma boa definição pra mim. Tudo em mim transborda, amor, raiva, angustia, medo... Acabo causando uma grande tsunami de sentimentos, eu me afoguei em mim mesma. Nunca aprendi a nadar direito, ao tentar me salvar você também se afogou.

E nesse momento você sentiu medo, não sabia quando a tsunami iria voltar, não havia mais coragem pra tentar passar outra vez por isso. A imagem de você indo embora em seu navio seguro me parti o coração até hoje.

Continuo vivendo um dia de cada vez sendo extremamente intensa. Sou mar calmo quase sempre, e pra quem tiver coragem de enfrentar a tempestade construí um cais dentro de mim.


VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 COMENTÁRIOS

NO FACEBOOK

Créditos

Todo o conteúdo desse blog é de propriedade de Thaynara Paiva, exceto o conteúdo sinalizado. Protegido pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610 de 19/02/1998. É Proibido qualquer tipo de reprodução das imagens e textos sem autorização por escrito.