Por que e para quem escrevo

sexta-feira, maio 05, 2017


Acredito que quando comecei a escrever, aos 8 anos tinha o único objetivo de eternizar todos  os meus pensamentos, transformar em palavras os momentos que passei. Era poder reviver sempre que quisesse as sensações que senti no dia. Escrevia em um diário com cadeado, o escondia nos lugares mais absurdos. Sentia medo de ser descoberta.

Passei muito tempo escrevendo pra mim, até o momento que descobri o que me motiva e o meu objetivo. Percebi que era muito egoísmo da minha parte escrever apenas pra mim. Descobri o poder de ajudar, libertar e informar outras pessoas.

Há alguns anos quando escrevi meu primeiro texto falando sobre automutilação, não tinha a menor ideia que seria algo tão profundo, que poderia ajudar pessoas na mesma situação. Um simples desabafo no tumblr transformou a minha visão da internet. Me mostrou que todas pessoas tem um lado obscuro dentro de si, mas, que também possuem uma força gigantesca.

E isso me tocou de uma maneira extremamente forte.


Naquele desabafo eu passei a entender que tenho um propósito muito maior do que um dia pensei que teria. Quando descobri o poder que uma palavra possui que pude entender meu propósito. E quando a gente descobre o que nos faz feliz não há nada que nos faça parar.

Agora quando penso em escrever, quero mexer com alguém, quero ajudá-lo de alguma forma. Espero
que a pessoa do outro lado da tela entenda que mesmo eu não a vendo ou conhecendo-a, quero poder passar tranquilidade e conforto com minhas palavras. Quero dizer "Ei, está tudo bem com seu corpo, você é linda", "você é muito mais que sua doença psicológica", ou até mesmo "cada cicatriz foi uma guerra ganha". Quero mostrar que tudo bem ser estranho, as melhores pessoas são. 

Posso dizer com toda certeza que escrevo por que não sei como viver sem escrever. Escrevo porque vivo e vivo porque escrevo. Escrevo para me libertar, mas principalmente para que você se liberte comigo. Escrevo por mim e para você.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 COMENTÁRIOS

NO FACEBOOK

Créditos

Todo o conteúdo desse blog é de propriedade de Thaynara Paiva, exceto o conteúdo sinalizado. Protegido pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610 de 19/02/1998. É Proibido qualquer tipo de reprodução das imagens e textos sem autorização por escrito.